Postagens

Jaca: porque é tão maravilhosa?

Imagem
A jaca vem ganhando espaço pelo seu alto valor nutricional e pelo uso culinário por vegetarianos e veganos. Mas o que ela tem de tão especial, afinal?!
A jaca é uma fruta originária da Índia que se adaptou muito bem ao solo brasileiro. Ela costuma pesar cerca de 10kg, mas pode chegar até 25kg! 
Essa fruta apresenta na sua composição 6,7% de umidade, 38% de carboidratos, 0,7% de lipídeos, 1,7% de proteína e 59% de celulose. Ela contém sacarose, ácidos graxos, ácido elágico, aminoácidos como arginina, cistina, histidina, leucina, lisina, metionina, teonina, triptofano e outros. Além disso, apresenta vitamina A, vitamina C, tiamina, riboflavina, cálcio, potássio, ferro, sódio, zinco e niacina. 
Sua composição química também inclui lignanas, isoflavonas e saponinas. Essas substâncias apresentam características anticarcinogênicas, anti-hipertensivas, antiulcerosas e anti-envelhecimento. O ácido gálico, que também está presente na fruta, é reconhecido por atuar como antioxidante, antimicro…

E essa tal de B12?

Imagem
Se você é vegetariano ou vegano já se deparou muito com esse questionamento. Mas será que é realmente impossível conseguir b12 sem se alimentar de animais? Será que quem come carne não tem deficiência?
Bem, na realidade, o que se vê no consultório contradiz bastante a ideia de que basta comer carne para ter essa vitamina. Isso porque a B12 ou cobalamina é uma vitamina absorvida no intestino delgado que precisa de fator intrínseco para que isso ocorra de maneira adequada. Esse fator é produzido no estômago, justamente por isso quem fez bariátrica costuma tomar uma suplementação injetável. Quem tem algum problema gastrintestinal também pode ter deficiência de cobalamina, mesmo consumindo carne.
A B12 é produzida por bactérias e está presente em alimentos de origem animal. Os vegetais não a incorporam pois não necessitam dela para crescer e se desenvolver. Quem é ovolacto-vegetariano pode alcançar os níveis de B12 sem ser necessário realizar uma suplementação, justamente por consumir ov…

Acne: alimentação e cuidados estéticos

Imagem
A acne é uma inflamação cutânea que acomete cerca de 40 a 50 milhões de pessoas em todo o mundo e tem o pico entre 12 a 24 anos. Quando acomete pessoas acima de 25 anos é considerada acne adulta.
Em relação às causas da acne, vários são os fatores, entre eles a hereditariedade, o estresse, a exposição à radiação ultravioleta, a obesidade, a alimentação, o tabagismo e a presença de doenças endócrinas.
O quadro em mulheres a partir de 25 anos deve ser avaliado por um médico endocrinologista, ginecologista ou dermatologista para saber a causa. Muitas mulheres que apresentam acne nessa idade podem ter alterações hormonais e até mesmo SOP (síndrome dos ovários policísticos). 
Quanto aos cuidados referentes à alimentação e tratamentos estéticos as indicações são:

Cuidados estéticos: Limpeza adequada da pele com sabonete específico para essa região;Uso de água termal, água micelar e/ou tônico;Uso de protetor solar;Limpeza de pele.
Alimentação: Controle no consumo de carboidratos, principalmente…

A polêmica da 'fruta causa cirrose'

Imagem
Provavelmente você viu no facebook alguns dias atrás uma blogueira fitness ex-BBB dizer que fruta causa cirrose, o que segundo ela é obvio já que o álcool vem da cana de açúcar. OI?!
Bom, vamos lá entender se isso é real ou não. Para isso, precisamos entender o que são açúcares e como são metabolizados no nosso organismo.
Os carboidratos são subdivididos em complexos (amidos), simples (simples ou livres) e fibras alimentares. Em relação aos carboidratos simples, esses devem compor apenas uma pequena parte da nossa alimentação, não passando de 10% da energia consumida durante o dia. 
Quando consumimos carboidratos, a principal fonte de energia para nosso corpo, o que não será utilizado é armazenado na forma de glicogênio no fígado e músculos. Porém, nosso fígado só é capaz de armazenar 70g de glicogênio e o músculo esquelético 120g. O que excede esse valor é metabolizado em triacilglicerol sendo armazenado no tecido adiposo.
Esse estoque de glicogênio é importante para nosso organismo…

Existe um terreno de 300m2 dentro de você, sabia?!

Imagem
É isso mesmo, você possui um órgão dentro do seu corpo que apresenta uma área de 200 a 300m2. Sabe de qual eu estou falando?

Do Intestino Delgado!

Ele é o principal órgão para absorção de nutrientes e água, daí sua grande área absortiva. Para isso, ele é formado por dobras denominadas válvulas coniventes, cobertas por vilosidades que por sua vez são cobertas por microvilosidades.


O processo de absorção de nutrientes é bem complexo e combina dois tipos de transportes, o ativo e o passivo.
O transporte passivo se dá pela difusão passiva ou pela difusão facilitada. Na primeira a absorção ocorre quando o nutriente ultrapassa a mucosa intestinal através de aberturas aleatórias nas paredes das células ou passa por canais proteicos. Já na difusão facilitada, a passagem ocorre com a ajuda de proteínas carreadoras/transportadoras.
No transporte ativo além das proteínas carreadoras é necessário gasto de energia para que a passagem aconteça. Como alguns nutrientes utilizam o mesmo transportador…

Por que eu faço essas escolhas?

Imagem
Entenda, de uma vez por todas, o que te leva à escolher os alimentos que come hoje.
"O consumo alimentar é determinado pelas escolhas alimentares dos indivíduos e constitui um processo complexo, que envolve fatores biológicos, socioculturais e psicológicos - a interação desses fatores. Escolha é definida como um processo mental de pensamento que envolve o julgamento dos méritos de várias opções e a seleção de uma delas para ação. As escolhas alimentares podem, dessa forma, ser um tipo de comportamento, e significam a opção por determinados alimentos em detrimento de outros (mesmo que isso possa variar dependendo do local, da circunstância, etc.)."- Livro Nutrição Comportamental, 2015.

Você já parou para pensar nos motivos que te levam à escolher os alimentos que escolhe?
Hoje recebemos informações sobre nutrição o tempo todo por todas as vias de comunicação e da boca (ou dedos) de estudiosos e leigos. Esse excesso de informação têm causado grande confusão na cabeça das pessoas…

Bebida alcoólica e emagrecimento

Imagem
Você quer emagrecer, mas não abre mão de uma cervejinha no final de semana? Talvez isso esteja te atrapalhando.


Muitas pessoas me perguntam no consultório se precisam abrir mão da bebida alcoólica já que querem emagrecer. A resposta, depende do caso e do quanto é consumido.
O álcool não é necessário ao nosso organismo e é visto por ele como algo tóxico. Portanto, ao consumir bebida alcoólica, ela é absorvida rapidamente pelo intestino delgado e levada ao fígado para ser metabolizada. Nosso corpo começa então, uma luta para eliminar aquela substância. 
Todo o nosso metabolismo lipídico, glicídico e proteico é alterado. A absorção de nutrientes é deixada de lado e os rins passam a trabalhar feito loucos.
O álcool faz com que a glicose pré-existente em nosso corpo dê origem ao ácido lático, causando uma acidose lática, diminuindo então nosso estoque energia. Ao mesmo tempo, impede a gliconeogênese, que é a transformação de aminoácidos em glicose. Essa depleção de glicose no organismo é …